Deputado Eleito Diz Que Rixas Das Eleições Não Cabem Mais E Agora O Momento É De Unidade

5

Sid Carneiro

O deputado federal Emanuel Pinheiro da Silva Primo, o Emanuelzinho (PTB) faz sua primeira viagem a Brasília nesta quarta-feira (7), para integrar a equipe do seu pai e prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), com o objetivo de se inteirar dos meandros dos ministérios do governo federal. O parlamentar também comentou sobre o agradecimento aos prefeitos que o ajudaram na eleição e aproximação com o governador eleito, Mauro Mendes (DEM), após o período eleitoral, quando ambos estiveram em lados opostos.

O deputado afirmou que já esteve reunido com Mauro Mendes alinhando as estratégias de sua atuação no Congresso Nacional, para atender as demandas do Estado. “Estive com Mauro Mendes me colocando à disposição do governo de Mato Grosso, assim que tomar posse. O momento é de unidade com o governo e os prefeitos. O período eleitoral não cabe mais discutir. As rixas ficaram para trás”, disse Emanuelzinho.

Além disso, o parlamentar aproveitará a estadia no Distrito Federal para se reunir com membros da Executiva Nacional do PTB e tratar das diretrizes da agremiação em nível nacional, estadual e municipal. “Tivemos uma bancada renovada em quase cem porcento. Vamos aproveitar para conhecer novas lideranças que estarão ao nosso lado no Congresso”, justificou.

Ainda se referindo a Mato Grosso, o deputado avalia que o novo governador terá dificuldades de administração diante da crise financeira que se instalou no Estado. Por sua vez, Mauro Mendes, que passou o período matinal desta terça-feira reunido com os deputados na Assembleia Legislativa de Mato Grosso reforçou a importância da unidade dos poderes para manter a redução dos repasses constitucionais, ou os duodécimos. “Tem que cortar as gorduras e dependendo do diálogo entre o governador e os poderes Mato Grosso poderá retomar a economia”, avaliou.

Na Câmara dos Deputados, Emanuelzinho afirmou que irá se empenhar para viabilizar recursos essenciais para todos os setores do Estado, mas em especial da saúde. “Os prefeitos têm custos de até 15% em todos os serviços e vou buscar recursos para sairmos dessa situação, principalmente na saúde”, disse.

Ao concordar com o prestigio de se eleger com o sobrenome do avô e do pai, Emanuelzinho avaliou os prós e contra das eleições. “Tenho orgulho de me espelhar na história política dos meus antepassados. Mas também muita coisa ficou a desejar por acabarem colocando coisas que não são minhas na minha conta”, concluiu.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.