Lava Jato pede nova condenação de Lula e devolução de R$ 75 milhões à Petrobras

4

Pedido consta de alegações entregues hoje ao juiz Sérgio Moro no âmbito de processo sobre terreno para o Instituto Lula e apartamento em São Bernardo

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já foi condenado pelo juiz Sérgio Moro no caso tríplex da Operação Lava Jato

Lula Marques/Agência PT

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já foi condenado pelo juiz Sérgio Moro no caso tríplex da Operação Lava Jato

A força-tarefa de procuradores que atuam na Operação Lava Jato pediu ao juiz Sérgio Moro nova condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O pedido de condenação de Lula consta das alegações finais entregues ao juiz de Curitiba nesta quinta-feira (4), a três dias das eleições.

O Ministério Público Federal (MPF) pede a condenação de Lula no âmbito de ação penal que apura suposta vantagem indevida paga pela Odebrecht ao ex-presidente por meio da compra de um terreno para instalação da sede do Instituto Lula e do aluguel de um apartamento em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. A defesa do petista ainda não se manifestou quanto ao pedido dos procuradores.

O grupo chefiado por Deltan Dallagnol requer ainda que Lula pague R$ 75,4 milhões à Petrobras (valor apontado como percentual de propina paga pela Odebrecht em contratos com a estatal) e o perdimento do apartamento de São Bernardo, que pertence ao empresário Glaucos Costamarques.

No documento de 408 páginas, os procuradores da Lava Jato afirmam que Lula cometeu nove crimes de corrupção passiva e seis atos de lavagem de dinheiro apenas no que se refere ao terreno para o instituto do ex-presidente, situado na zona sul de São Paulo. Já em relação ao apartamento no ABC, o MPF diz que o petista cometeu mais um ato de lavagem.

Fonte: Último Segundo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.